Junta de Freguesia de Aldão

Avisos e Editais

Últimas Notícias

Vacinação antirrábica

Vacinação antirrábica


07-ABR-2021

VACINAÇÃO ANTIRRÁBICA E IDENTIFICAÇÃO ELETRÓNICAGuida Maria Franco Martins de Vieira e Brito, médica veterinária municipal em funções nomunicípio de Guimarães, informa que a Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica irárecomeçar a partir do dia 22 de Abril de 2021 e decorrerá conforme Calendário do Serviço Oficial.Taxas aplicáveis (conforme Despacho n.o 6756/2012): Identificação eletrónica, registo SIAC e vacinação antirrábica – 12,5€ Vacinação antirrábica – 10€ Boletim sanitário – 1 €Apenas será aceite pagamento em numerário.Informa-se ainda: A campanha se destina exclusivamente a canídeos. Os tutores devem:o Garantir que os seus animais estão seguros com trela e açaime (se necessário);o Trazer boletim sanitário do animal, caso o tenha;o Fazer-se acompanhar de: Cartão de Cidadão ou; Bilhete de Identificação e Número de Identificação Fiscal do detentor do animal. Devido à atual situação de pandemia é obrigatório distanciamento mínimo de 2 metros, éobrigatório o uso de máscara ou viseira devidamente colocadas, é obrigatória a desinfeção dasmãos e deve existir respeito pela etiqueta respiratória.APENAS SERÃO VACINADOS OSANIMAIS QUE ESTEJAMDEVIDAMENTE REGISTADOS NA PLATAFORMA SIAC

Ler mais...
SERVIÇOS DA JUNTA DE FERGUESIA DE ALDÃO

SERVIÇOS DA JUNTA DE FERGUESIA DE ALDÃO


15-JAN-2021

Informam-se todos os nossos concidadãos, que por força das novas medidas adotadas de combate e mitigação à Pandemia relacionada com o COVD-19, que vigoram desde 15-01-2021 a 31-01-2021:* SERVIÇOS DE ATENDIMENTO DA JF: POR MARCAÇÃ ATRAVÉS DO 934 318 890 OU 934 318 889* CEMITÉRIO :ENCERRADO* CENTRO DE CONVÍVIO ENCERRADO* PARQUES INFANTIS E DE LAZER: ENCERRADOS* CAMPO DE JOGOS: ABERTO PARA EXERCÍCIO FÍSICO INDIVIDUALFIQUE EM CASA SEMPRE QUE POSSÍVEL

Ler mais...
Suspensão da Campanha de Vacinação Antirrábica

Suspensão da Campanha de Vacinação Antirrábica


11-JAN-2021

INFORMAÇÃOO Centro de Recolha Oficial de Guimarães informa todos os munícipes que a Campanha de Vacinação Antirrábica e Identificação Eletrónica para o ano de 2021 se encontra suspensa até publicação de despacho pela DGAV (Direção-Geral de Alimentação e Veterinária).Não existindo ainda previsão para a data de publicação do despacho.Agradecemos a compreensão.Contacto: 253 421 232E-mail: cro@cm-guimaraes.pt

Ler mais...
REGISTO DE CANÍDEOS

REGISTO DE CANÍDEOS


08-MAI-2020

REGISTO E LICENÇA DE CÃES E GATOS Após algumas alterações legislativas heis que estão definidos os procedimentos no que respeita ao Registo e Licenciamento de CÃES e GATOS. Nos termos da Lei 2/2020 de 31 de março, que aprova o Orçamento de Estado para 2020 e que alterou o recente diploma legal, o D.L. 82/2019, e 27 de Junho, as Juntas de Freguesia mantêm a sua competência em termos de licenciamento de Cães e Gatos e precisamente com a mesma periodicidade. Anualmente, todos os titulares de cães e gatos DEVEM passar na Junta de Freguesia para validarem a sua LICENÇA. O Registo, em regra, é feito pelo médico veterinário. Com exceção dos cães de raça perigosa ou potencialmente perigosos o registo inicial é válido como licença, por um ano a contar da data do registo; Alterações como: ·         Transmissão da titularidade; ·         Alteração de residência do titular; ·         Alteração do local de alojamento do animal; ·         Desaparecimento e/ou recuperação do animal; ·         Morte do animal Devem ser comunicadas, nomeadamente através do Veterinário ou da Junta de Freguesia, no prazo de 15 dias após a ocorrência. Pode esclarecer as suas dúvidas na Junta de Freguesia.

Ler mais...
Protocolo de colaboração para testagem em lares e instituições aprovado em reunião de câmara

Protocolo de colaboração para testagem em lares e instituições aprovado em reunião de câmara


20-ABR-2020

Domingos Bragança anunciou ainda novos desenvolvimentos em relação ao Hospital de Retaguarda e medidas de proteção para a retoma da vida comunitária.Na Reunião de Câmara de hoje, segunda-feira, 20 de abril, foi aprovado o protocolo de colaboração entre o Município de Guimarães, a Associação Centro de Medicina P5, da Universidade do Minho, e o Hospital Senhora da Oliveira, cujo objetivo é a realização de testes na população sénior residente em Lares e Instituições do concelho de Guimarães. Esta é uma medida que vem aumentar a capacidade do número de testes já efetuados nessas instituições, em Guimarães, numa altura em que as necessidades de material começam a ser supridas de uma forma mais intensa e regular.Este protocolo resulta da necessidade de testar com maior celeridade a população mais idosa e vulnerável, e soma às unidades de rastreiro existentes. Esta é uma solução complementar ao trabalho das autoridades regional e nacional de saúde e que, sem prejuízo do indispensável rigor científico, será capaz de acelerar a quantidade de testes. A Associação Centro de Medicina P5, em colaboração com o Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS), será a entidade prestadora de cuidados nesta área.Domingos Bragança, Presidente da Câmara, fez questão de sublinhar que a falta de material para os testes, como zaragatoas, reagentes ou outros, foi um obstáculo para todo o país, e Guimarães não foi exceção. “Fizemos os testes dentro das restrições impostas pela falta de material, não deixando de acudir às situações mais urgentes com que nos fomos deparando. Saliento o facto de termos planos de contingência bem elaborados pelas equipas técnicas das instituições, muito competentes, e que resultaram num número baixo de casos de gravidade”, frisou. O Presidente da Câmara disse ainda que o trabalho que está a ser efetuado nesta área pela Câmara de Guimarães, “discreto como quero que seja”, tem vindo a ser decisivo para travar o avanço da Covid-19 na população mais fragilizada.Em relação à instalação de um Hospital de Retaguarda, Domingos Bragança referiu a existência de uma proposta do Ministério da Saúde, em articulação com o Corpo Clínico do Hospital Senhora da Oliveira, o Hospital de Braga, a Escola de Medicina da Universidade do Minho e o Exército Português, para que este seja de âmbito regional, a instalar possivelmente no Regimento de Cavalaria Nº 6, em Braga, de forma a dar resposta às necessidades dos hospitais de Guimarães e de Braga. Este novo cenário, segundo o Presidente da Câmara, não obstaculiza a possibilidade de, no caso de uma alteração do cenário epidemiológico, se possa avançar para a instalação de um Hospital de Retaguarda em Guimarães. “Neste momento, e segundo os responsáveis do Corpo Clínico do Hospital Senhora da Oliveira, o quadro da pandemia no concelho de Guimarães permite que se avance para uma solução regional. E isso é positivo, pois significa que estamos a atender a um universo mais alargado de população, aumentando a escala do serviço público prestado”, frisou Domingos Bragança.Do quadro de medidas a adotar para a normalização da vida comunitária, o Presidente da Câmara foi claro em relação à necessidade de ser adotada uma atitude de prudência, com uma retoma gradual e faseada, de forma a não deitar a perder tudo o que foi conseguido até hoje na minimização dos casos de contágio da Covid-19. Nesse sentido, foi anunciada uma medida de disponibilização de equipamento de proteção, nomeadamente através da compra de cerca de 200 mil máscaras de uso social, para distribuição à população em geral, embora com base num quadro de prioridades: “Disponibilizaremos máscaras de uso comunitário pelos estabelecimentos comerciais, escolas e transportes públicos, um trabalho de cooperação entre os Serviços da Proteção Civil e as Juntas de Freguesia, para que o regresso paulatino à vida em comunidade se realize em segurança, e utilizaremos soluções que permitam a sua reutilização. Disponibilizaremos também um folheto, contendo as instruções para a lavagem das máscaras e sua posterior reutilização”, referiu Domingos Bragança.

Ler mais...

Agenda de Eventos

Mensagem do Presidente

DE REGRESSO À NORMALIDADE


Os tempos são de reflexão e de aprendizagem de um novo viver. O Mundo deparou-se com algo para que não estava preparado. Passamos a “passar” mais tempo com os nossos, passamos a dar mais valor a pequenas coisas da vida, para as quais, quantas vezes, não tínhamos tempo e passamos a ter que planear o nosso futuro e o nosso regresso à normalidade possível.

Ainda que de forma discreta, em Aldão tem dado apoio a quem dele manifestamente precisa e tem dado conta disso. Um contacto com os mais isolados e mais frágeis. Um telefonema, com uma palavra amiga e para que percebem que não estão sozinhos nesta luta que é de todos. Estão a ser asseguradas a entrega das refeições (poucas, felizmente) aos alunos que a pediram, através da Junta de Freguesia e da Associação Aldão Solidário. E em breve, também em articulação com estas duas entidades, serão entregues aos idosos e aos mais vulneráveis, que temos identificados, sem prejuízo de outros que venham a surgir, máscaras de proteção. Não temos condições de as distribuir de forma generalizada pela população, como gostaríamos, mas podemos e devemos ir ao encontro daqueles que mais precisam. E com certeza que todos perceberão as prioridades.

FIQUEM BEM. ESTAMOS JUNTOS…



Maria da Conceição da Cunha e Castro

Links Úteis

© 2021 Junta de Freguesia de Aldão. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • GESAutarquia