Junta de Freguesia de Aldão

Notícias

REGISTO DE CANÍDEOS

REGISTO DE CANÍDEOS

08-MAI-2020

REGISTO E LICENÇA DE CÃES E GATOS Após algumas alterações legislativas heis que estão definidos os procedimentos no que respeita ao Registo e Licenciamento de CÃES e GATOS. Nos termos da Lei 2/2020 de 31 de março, que aprova o Orçamento de Estado para 2020 e que alterou o recente diploma legal, o D.L. 82/2019, e 27 de Junho, as Juntas de Freguesia mantêm a sua competência em termos de licenciamento de Cães e Gatos e precisamente com a mesma periodicidade. Anualmente, todos os titulares de cães e gatos DEVEM passar na Junta de Freguesia para validarem a sua LICENÇA. O Registo, em regra, é feito pelo médico veterinário. Com exceção dos cães de raça perigosa ou potencialmente perigosos o registo inicial é válido como licença, por um ano a contar da data do registo; Alterações como: ·         Transmissão da titularidade; ·         Alteração de residência do titular; ·         Alteração do local de alojamento do animal; ·         Desaparecimento e/ou recuperação do animal; ·         Morte do animal Devem ser comunicadas, nomeadamente através do Veterinário ou da Junta de Freguesia, no prazo de 15 dias após a ocorrência. Pode esclarecer as suas dúvidas na Junta de Freguesia.

Ler mais...
Protocolo de colaboração para testagem em lares e instituições aprovado em reunião de câmara

Protocolo de colaboração para testagem em lares e instituições aprovado em reunião de câmara

20-ABR-2020

Domingos Bragança anunciou ainda novos desenvolvimentos em relação ao Hospital de Retaguarda e medidas de proteção para a retoma da vida comunitária.Na Reunião de Câmara de hoje, segunda-feira, 20 de abril, foi aprovado o protocolo de colaboração entre o Município de Guimarães, a Associação Centro de Medicina P5, da Universidade do Minho, e o Hospital Senhora da Oliveira, cujo objetivo é a realização de testes na população sénior residente em Lares e Instituições do concelho de Guimarães. Esta é uma medida que vem aumentar a capacidade do número de testes já efetuados nessas instituições, em Guimarães, numa altura em que as necessidades de material começam a ser supridas de uma forma mais intensa e regular.Este protocolo resulta da necessidade de testar com maior celeridade a população mais idosa e vulnerável, e soma às unidades de rastreiro existentes. Esta é uma solução complementar ao trabalho das autoridades regional e nacional de saúde e que, sem prejuízo do indispensável rigor científico, será capaz de acelerar a quantidade de testes. A Associação Centro de Medicina P5, em colaboração com o Instituto de Investigação em Ciências da Vida e Saúde (ICVS), será a entidade prestadora de cuidados nesta área.Domingos Bragança, Presidente da Câmara, fez questão de sublinhar que a falta de material para os testes, como zaragatoas, reagentes ou outros, foi um obstáculo para todo o país, e Guimarães não foi exceção. “Fizemos os testes dentro das restrições impostas pela falta de material, não deixando de acudir às situações mais urgentes com que nos fomos deparando. Saliento o facto de termos planos de contingência bem elaborados pelas equipas técnicas das instituições, muito competentes, e que resultaram num número baixo de casos de gravidade”, frisou. O Presidente da Câmara disse ainda que o trabalho que está a ser efetuado nesta área pela Câmara de Guimarães, “discreto como quero que seja”, tem vindo a ser decisivo para travar o avanço da Covid-19 na população mais fragilizada.Em relação à instalação de um Hospital de Retaguarda, Domingos Bragança referiu a existência de uma proposta do Ministério da Saúde, em articulação com o Corpo Clínico do Hospital Senhora da Oliveira, o Hospital de Braga, a Escola de Medicina da Universidade do Minho e o Exército Português, para que este seja de âmbito regional, a instalar possivelmente no Regimento de Cavalaria Nº 6, em Braga, de forma a dar resposta às necessidades dos hospitais de Guimarães e de Braga. Este novo cenário, segundo o Presidente da Câmara, não obstaculiza a possibilidade de, no caso de uma alteração do cenário epidemiológico, se possa avançar para a instalação de um Hospital de Retaguarda em Guimarães. “Neste momento, e segundo os responsáveis do Corpo Clínico do Hospital Senhora da Oliveira, o quadro da pandemia no concelho de Guimarães permite que se avance para uma solução regional. E isso é positivo, pois significa que estamos a atender a um universo mais alargado de população, aumentando a escala do serviço público prestado”, frisou Domingos Bragança.Do quadro de medidas a adotar para a normalização da vida comunitária, o Presidente da Câmara foi claro em relação à necessidade de ser adotada uma atitude de prudência, com uma retoma gradual e faseada, de forma a não deitar a perder tudo o que foi conseguido até hoje na minimização dos casos de contágio da Covid-19. Nesse sentido, foi anunciada uma medida de disponibilização de equipamento de proteção, nomeadamente através da compra de cerca de 200 mil máscaras de uso social, para distribuição à população em geral, embora com base num quadro de prioridades: “Disponibilizaremos máscaras de uso comunitário pelos estabelecimentos comerciais, escolas e transportes públicos, um trabalho de cooperação entre os Serviços da Proteção Civil e as Juntas de Freguesia, para que o regresso paulatino à vida em comunidade se realize em segurança, e utilizaremos soluções que permitam a sua reutilização. Disponibilizaremos também um folheto, contendo as instruções para a lavagem das máscaras e sua posterior reutilização”, referiu Domingos Bragança.

Ler mais...
Inscrições em aberto para voluntários na Rede de Apoio Social de Emergência

Inscrições em aberto para voluntários na Rede de Apoio Social de Emergência

19-MAR-2020

Município de Guimarães pretende responder às necessidades básicas das pessoas isoladas ou em situação de vulnerabilidade no concelho.A Câmara Municipal de Guimarães, através do Banco Local de Voluntariado, está a organizar uma estrutura de apoio de emergência que operará no contexto da atual pandemia causada pelo Coronavírus (COVID-19).Esta Rede de Apoio Social de Emergência, que dará resposta às necessidades básicas das pessoas isoladas ou em situação de vulnerabilidade no concelho de Guimarães, será gerida e implementada pela Câmara Municipal de Guimarães e pela Cruz Vermelha Portuguesa, tendo como parceiros a Fraternidade de Nuno Álvares, o Corpo Nacional de Escutas, a Casa da Juventude, os White Angels, bem como outros grupos de apoio informais.Todos os voluntários da rede terão uma equipa especializada que os apoiará, quer através de instruções precisas e resposta às dúvidas que se levantem, quer através da disponibilização de todo o material de proteção necessário, como luvas, máscaras, óculos, desinfetantes e fatos, e serão apenas requisitados quando se tornar necessária a sua colaboração no terreno.Os interessados em participar na Rede de Apoio Social de Emergência na qualidade de Voluntários podem fazer a sua inscrição em https://forms.gle/ZPNfAzY76bBzMXQd7.Sob o lema “Agarra-te à vida, por ti, por mim, por nós!”, a Rede de Apoio Social de Emergência assegurará a distribuição de alimentos e a disponibilização de medicamentos, bem como apoio psicológico quando este se mostrar necessário.Vamos ajudar quem mais precisa! Inscreve-te em https://forms.gle/ZPNfAzY76bBzMXQd7.

Ler mais...
Medidas extraordinárias de Apoio Social vão reforçar cuidados com idosos do concelho

Medidas extraordinárias de Apoio Social vão reforçar cuidados com idosos do concelho

16-MAR-2020

Perante a situação atual da Covid-19, a Câmara Municipal está a criar uma rede de apoio aos idosos carenciados para assegurar o fornecimento de serviços básicos.Face à situação excecional que atravessamos, provocada pelo surto do Coronavírus, a Câmara Municipal de Guimarães, através da Divisão de Ação Social, terá disponível uma estrutura de apoio social, especificamente criada para dar resposta às necessidades dos mais carenciados do concelho de Guimarães. A finalidade desta rede, que será constituída por técnicos do município, Empresas Municipais e Cooperativas, Juntas de Freguesia, Instituições Particulares de Solidariedade Social, e diversas entidades parceiras, como PSP, GNR, Bombeiros Voluntários, Cruz Vermelha, entre outras, é a de apoiar idosos e pessoas com deficiência, sem retaguarda familiar, no fornecimento de alimentos e medicação, garantindo, dessa forma, o seu distanciamento social como medida de prevenção.A coordenação da Câmara Municipal de Guimarães ao nível da rede permitirá o mapeamento dos idosos e pessoas com deficiência que inspirem maiores cuidados por via da sua situação de vulnerabilidade, a organização e estruturação das equipas de intervenção no terreno e sua operacionalização. Além da distribuição de alimentos e da disponibilização de medicamentos, a Rede de Apoio Social de Emergência assegurará a tomada de medidas de contingência deste grupo de risco, bem como apoio psicológico quando este se mostrar necessário.De entre as diversas medidas a tomar, que serão comunicadas em tempo oportuno, a Câmara Municipal de Guimarães disponibiliza, de imediato, uma linha de apoio telefónico dedicado, destinada ao atendimento de situações urgentes que se enquadrem no quadro de apoio definido, e que poderá se utilizada pelos cidadãos. Os números telefónicos da linha de apoio são: 253421255 / 969264803 / 969264761.Esta medida enquadra-se no conjunto de decisões tomadas pelo Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança, cujo objetivo é o de minimizar o impacto causado pelo surto de Coronavírus, e em especial no quadro de medidas de apoio social e de atenção aos mais carenciados.

Ler mais...
ESCOLA DE SABERES

ESCOLA DE SABERES

12-AGO-2019

Escola de Saberes é um projeto vencedor do Orçamento Participativo de 2018 e em breve arrancará com várias atividades que se realizarão no edifício da Escola de Pulo, em Aldão.Danças de Salão: Re-início a 4 de setembro. Todas as 4.as Feiras a partir das 21:00. Ainda há inscrições abertas.Aulas de Culinária Saudável: Início a 14 de Setembro (todos os sábados), pelas 10:00.  Ainda há inscrições abertas. Aulas de Educação Física: Inscrições abertasAulas de Inglês: Inscrições abertasContactos:Aldão Solidário, Soraya Peixoto: 964 690 638 JF Aldão, Conceição Castro: 934 318 890

Ler mais...
Cartão Sénior garante descontos e acesso a serviços de utilidade social

Cartão Sénior garante descontos e acesso a serviços de utilidade social

07-AGO-2019

O Cartão Sénior é um cartão que permite um maior e mais fácil acesso a diferentes serviços de utilidade social, cultural e desportiva. Podem aceder ao Cartão Sénior todos os munícipes de Guimarães com idade igual ou superior a 65 anos, sendo necessário preencher o Requerimento para Cartão Municipal do Idoso e apresentar o Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão, acompanhado por uma fotografia tipo passe, a cores e atualizada.Os portadores do Cartão Sénior beneficiam de desconto de 50% nos passes sociais, utilização gratuita do Teleférico, desconto de 50% na inscrição e mensalidade nas Piscinas Municipais, descontos de €2,50 em espetáculos no Centro Cultural Vila Flor e ainda a participação nos passeios organizados pela Cooperativa Fraterna – Centro Comunitário de Solidariedade Social.Para mais informação clique aqui

Ler mais...
Portugal Chama

Portugal Chama

22-JUL-2019

Portugal Chama "Comportamentos de risco"  https://www.youtube.com/watch?v=JiRu20_m0LA

Ler mais...
Freguesia de Gonça venceu os Jogos da Comunidade 2019

Freguesia de Gonça venceu os Jogos da Comunidade 2019

30-JUN-2019

Os Jogos da Comunidade 2019 registaram a maior participação de sempre, disputados por mais de 500 participantes em representação de 26 equipas.A freguesia de Gonça venceu os Jogos da Comunidade 2019, sucedendo a Atães (2013), Aldão (2014 e 2018), Ponte (2015), Gonça (2017) e Serzedelo (2016) que venceram as edições anteriores do evento que dinamiza o desporto nas freguesias do concelho.Inspirada nos conhecidos “Jogos Sem Fronteiras” e este ano subordinada ao tema “20 anos – Tempo Livre”, a iniciativa promovida pela Câmara Municipal de Guimarães e Tempo Livre reuniu um total de 26 equipas, com mais de meio milhar de participantes, e apresentou algumas muitas novidades, entre elas a participação de instituições/associações de foro corporativo que aceitaram o desafio de praticar desporto de forma lúdica e bastante divertida.Gonça obteve a melhor pontuação nas finais disputadas no passado sábado, repetindo pela segunda vez a vitória nestes Jogos da Comunidade, seguindo-se Serzedelo (2.º lugar), Costa (3.º lugar), Gondar (4.º lugar) e São Torcato (5.º lugar). O Prémio de Fair Play foi atribuído à Academia de Patinagem de Guimarães, numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Guimarães, Domingos Bragança.Os Jogos da Comunidade surgiram em 2013, no âmbito da Cidade Europeia do Desporto, consistindo numa competição salutar entre equipas representantes de Juntas de Freguesia de Guimarães. Com uma forte componente lúdica e recreativa, os Jogos da Comunidade apelam à condição física dos participantes, mas essencialmente ao espírito de grupo e de entreajuda. De 2013 para cá, os Jogos da Comunidade conseguiram envolver um número bastante significativo de participantes, reforçando a mensagem relativa à importância da prática desportiva e da manutenção de um estilo de vida saudável.

Ler mais...

© 2022 Junta de Freguesia de Aldão. Todos os direitos reservados | Termos e Condições

  • GESAutarquia